Letícia Fialho

Compositora, cantora e instrumentista natural da cidade de Brasília, Brasil. Guiada pela ancestralidade e atravessada pela vivência quente dos subúrbios, pela magia boêmia das ruas e madrugadas, pelo gosto por soltar pipa e pela tendência a ralar joelhos, Letícia tece suas canções unindo palavra e música pela linha fina da sensibilidade. Com três discos inteiramente autorais, é dona de uma trajetória consistente enquanto compositora, instrumentista e cantora, arranjando, concebendo e dirigindo cada trabalho seu. Além de seu projeto, Letícia Fialho e a Orquestra da Rua, é também integrante do premiado grupo Chinelo de Couro, do bloco de carnaval Essa Boquinha Eu Já Beijei e da banda Contém Dendê. Atua também na concepção e execução de trilhas sonoras de espetáculos de teatro.

HODARI

Inevitavelmente artista”. Foi assim que Noisey, canal de música da VICE, definiu Hodari em perfil publicado em 2018. Nascido em Brasília, Hodari é músico, cantor e compositor, em paralelo com suas profissões de tatuador e modelo. MPB, Jazz, Neo Soul, e samba foram a trilha sonora da sua vida, que influenciam seu estilo musical. Neto da militante negra Lydia Garcia de Mello, cresceu rodeado por artistas e referências da cultura afro-brasileira e africana — seu nome significa “dignidade” no dialeto zulu. Participou do projeto B-Sessions da Budweiser, integrou o time de artistas do NextUP da plataforma YouTube e foi o artista escolhido pelo canal francês TRACE para seu evento de apresentação no Brasil. Se apresentou em grandes festivais como Festival CoMA e Favela Sounds e mais recentemente no Rider Sessions e do Festival no Seu Quadrado ambos veiculados pelas redes sociais.

Ellen Oléria

A compositora brasileira Ellen Oléria está comemorando 20 anos de carreira e prêmios incríveis em festivais de música, incluindo quatro álbuns lançados. Em sua última turnê, ela se apresentou em cidades de norte a sul do Brasil e também para públicos na Espanha, França, Angola, Estados Unidos, Inglaterra, Rússia, Japão e Taiwan. Em seu show Afrofuturista, a artista toca com maestria ritmos brasileiros como samba, forró, carimbó, afoxé, maracatu com tons e arranjos contemporâneos que remetem a uma música urbana. Da poesia de rua e linguagem hip-hop à uma banda com performance jazzística, a cantora apresenta traços modernos que renovam a Música Popular Brasileira (MPB). O repertório de Ellen Oléria deslumbra o público tanto com composições próprias quanto com obras de outros grandes nomes da música brasileira despertando lugares de memórias e de pertencimento.